Hospedagem em Cabo Polonio – Rancho La Rueda

28La Rueda – Foto: Ellen Queiroz

Como dito no relato do nosso primeiro dia em Cabo, eu troquei emails com o dono da casa, que se chama Daniel. É um cara muito legal, mas é um pouco atrapalhado. Deu uns problemas na hora que a gente chegou, mas depois deu tudo certo. Eu descobri esse “hostel” fuçando na internet. A diária custava uns 40 e poucos reais e é uma das mais baratas de lá na alta temporada (janeiro). A reserva é feita pagando-se 50% do valor das diárias. Deve-se mandar essa quantia por transferência internacional pela Western Union.

27A distância real do farol pra vocês terem uma noção – Foto: Ellen Queiroz

Bom, vou explicar como foi a minha experiência com a Western, só pra vocês entenderem como funciona a coisa. Nós iríamos ficar 2 dias em Cabo Polonio, então, deveríamos transferir 50% do valor total das diárias pela Western. Fomos ao Banco do Brasil pra fazer o pagamento. O valor que deve ser pago mais o valor da taxa de transferência (em torno de 43 reais, sim, é caro mesmo) devem estar na tua conta. No nosso caso, as gurias transferiram sua parte dos 50% do total das diárias e sua parte do valor da taxa para a minha conta corrente, então eu fiquei responsável pela transferência. É necessário que o dono da conta vá ao banco para assinar o papel da transferência. No papel, é necessário colocar os seus dados, a quantia em dólares que será transferida e os dados da pessoa que irá receber o dinheiro. É necessário informar o nome completo da pessoa, o número da identidade e o endereço dela (não precisa de CEP) com a cidade e o país e é isso, não precisa preencher todos os campos de informações. Em dois dias, no máximo, a pessoa recebe o dinheiro, mas, se der alguma coisa errada, o dinheiro que seria transferido ficará retido para que tu possa pagar novamente a taxa de transferência para tentar mandá-lo de novo, ou seja, tu não perde o dinheiro que tu mandou, só o valor da taxa. É uma merda, eu sei, mas não é uma transferência difícil, é tudo bem simples e rápido.

Você pode consultar as taxas de acordo com país e valores AQUI
Você pode acompanhar o status da sua transferência AQUI
Você pode encontrar um posto de atendimento perto de você AQUI

O hostel:

localização la rueda

Localização: A linha marrom é o caminho do 4×4 e o círculo marrom é onde ele chega, o La Rueda é o pontinho vermelho visivelmente distante do farol. 

A casa do Daniel é super roots e tudo funciona mais como um monte de gente morando junto do que exatamente como um hostel. Nós podemos usar várias coisas que tem por lá, como temperos, podemos pegar leite, café e qualquer outro alimento, e é muito bom se pudermos colaborar com alguma coisa também.

29Vista que se tem quando se entra – Foto: Ellen Queiroz

30Cozinha (no fundo, a prateleira com os mantimentos) – Foto: Ellen Queiroz

Os almoços e os jantares são feitos pra todo mundo que estiver na casa e que participou da divisão do valor total da compra dos ingredientes. Nas duas noites que ficamos lá, teve fogueira à noite nos fundos da casa (é meio frio à noite, mesmo sendo verão), e na frente tem uma área comum onde se pode sentar e ficar olhando o mar, ou dormir nas redes. As pessoas também se dividem nas tarefas da casa, como cozinhar e lavar a louça.

31Banheiro (aham) – Foto: Ellen Queiroz

As camas são colchões distribuídos por toda a casa, a maioria fica no segundo piso. Tem cama para casal. Para tomar banho, existem duas opções: tomar banho na rua com a água do poço que fica em garrafões ou tomar banho no banheiro também com a água do poço que sai de um balde no teto e molhar todo o banheiro.

32Chuveiro – Foto: Ellen Queiroz

26Ou banho de garrafa e bacia ao ar livre – Foto: Ellen Queiroz

Depois de tudo isso, minha opinião é que é um lugar bem tranquilo, dá pra conhecer gente legal durante a estadia lá, dá pra confraternizar bastante e curtir aquela rotina olhando o mar. Eu gostei de ficar lá, até ficaria mais dias se tivéssemos mais dias de viagem. O único contra é que é meio longe do centro de Cabo, o que dificulta as coisas. Pra ter uma ideia, a casa é a décima caminhando de Valizas a Cabo.

* Pra saber mais, entrar na página do La Rueda no Portal del Cabo e mandar mensagem para o Daniel.

*Opções de hospedagem que ficam no centro de Cabo, bem onde chegam os 4×4, só pra facilitar um pouco a vida de vocês. 😉

– Viejo Lobo 

– Lo de Marcelo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *