Uhul Gualeguaychú!

4

Atravessando a fronteira Uru-Arg

Pegamos o bus para Gualeguaychú, paramos no terminal, mas não sabíamos o endereço da casa do Nacho (nosso host do couchsurfing) e também não tínhamos dinheiro argentino. Começamos a caminhar até o centro da cidade, lá ia ter internet e cambio, assim pensávamos. Depois de passar por todas as ruas principais e não principais, entrando em bancos e lojas que não nos ajudaram em nada, conseguimos trocar o dinheiro e entrar em contato com o Nacho. Com o endereço na mão, paramos em um café porque a fome já estava batendo depois de ficar zanzando e se estressando naquela cidade.

5

Enfim, conhecemos nosso host, que nos recebeu muito bem e nos fez sentir muito confortáveis. Logo nos convidou para um show que iria com os amigos à noite, que prontamente aceitamos. Comemos, descansamos e, mais tarde, fomos com ele para a casa de sua amiga Tina. Lá, conhecemos também Luchi, Macarena, Santiago, Mati, Matute e um amigo que não lembramos o nome. Jantamos pizza, assistimos o jogo da Argentina e, depois, fomos para o bar La Cantina ver o show da banda Invasión Ska, que é muito boa! Quando terminou, fomos para o segundo andar. Lá, conhecemos Sabina, Gonzalo e Juanma, pessoas muito divertidas que nos convidaram para um after party de música eletrônica. Aceitamos, foi legal, mas não ficamos muito tempo.

13434842_10207786369710312_1057211704847598899_n

No dia seguinte, pela tarde, íamos com o Nacho e Matute para o parque, mas como tínhamos combinado com a Sabina de ir a um seminário de samba, os guris ficaram esperando.

6 7

Quando voltamos, como estava tarde acabamos não indo ao parque, e logo outros amigos chegaram com os instrumentos. Tocaram vários tipos de música por horas, daí decidiram fazer uma festa e convidaram outras pessoas, mas só o pessoal da noite anterior apareceu, o que não foi problema algum porque onde eles estão sempre tem festa. Cantamos karaokê, improvisamos rap (nós bem mal), comemos, tomamos bastante ceva e, depois, a maioria de nós foi para uma festa na Zero. Estava muito boa!

8

9

Ao acordarmos, já era mega tarde. Fomos pro parque com o Nacho, Mati e Matute. O dia estava lindo, com sol.

11

Na volta pra casa, enquanto tentávamos achar couch no Paraná, Nacho e Matute estavam jogando videogame, e Mati e Santi estavam tocando. Logo, decidiram ir para a casa de Tina. Era a nossa despedida. Santi cozinhou para todos uma comida muito gostosa. Durante o jantar, muitos sentimentos se misturavam porque a Argentina nos recepcionou com dias intensos, mas o que importava eram aquelas pessoas ali, lindas, compartilhando momentos com a gente, nos tornando parte daquela família de amigos, se despedindo carinhosamente. A saudade já começava a apertar, mas é sempre necessário seguir viagem.

14

2 comentários sobre “Uhul Gualeguaychú!

  1. Tati Silva

    Meninas,

    Continuem a contar a aventura de vcs, não parem por nada, estou acompanhando já desde o ínicio.

    Em breve vou postar minha aventura pelo Chile, me contem tdo sobre o lugar, dicas, lugares e perrengues.

    Bjus!!!

    1. ellentsqueiroz Autor da Postagem

      Oi, Tati!!

      Tche, que bom que está acompanhando, ficamos felizes!! Pode deixar que não vamos parar de contar essa aventura. Estamos um bastantão atrasadas, mas um dia conseguimos contar tudo. ahahha. Depois avisa dessa trip pelo Chile aí para gente acompanhar também!!

      Beijão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *